"Se ame muito para me amar. Me ame de graça e por tudo que sou. Me ame pelas minhas partes tracejadas, picotadas, rasuradas, limpas, claras e legíveis. Me ame quando eu sacudir o avesso de mim. (…) Me ame muito, me ame sempre, me ame quando eu sorrir, chorar, desistir, quando eu quiser recomeçar. Me ame quando eu disser que vou voltar atrás. Me ame quando todo mundo for embora e a festa terminar… Me ame sim, mas entenda que amor para mim é aquele que a gente pode amar sendo quem é, com os pés sujos de andar no chão, com o cabelo emaranhado de tanto cafuné e com o coração livre. Porque a minha vida é a minha vida. A sua vida é a sua vida. Elas quiseram se juntar e andar com as mãos unidas… Eu dou o amor, somente, porque ele vale mais que tudo. E com ele a gente aprende a se amar mais e melhor. Porque o amor não tem título, muito menos definição."

Clarissa Corrêa.  (via assoprador)
"Keyla, suas escolhas são tão demoradas para serem feitas, que processo doloroso é esse chamado espera, não é? Espera para ter certeza do que irá fazer, pensa, repensa, se puder, pensa mais uma vez. Mas isso cansa, adoece a alma. Mas, eu tentei lhe ensinar uma coisa, em vez de esperar, chega um momento que devemos sacrificar certas coisas da nossa vida e tomar uma atitude, todo mundo tem um Isaque à sacrificar, nem sempre um anjo vai aparecer lhe impedindo de entregar o sacrifício. Como que eu posso te dizer, querida, Keyla? Sua alma espera, mas o mundo não, as coisas ao seu redor continuarão a correr em um tempo sem retorno. Refletiu? Viu quanta atitude falta para tantas escolhas? Você bem sabe quem deve agradar com suas escolhas, então, por que tanta dúvida? O caminho de um jovem deve ser seguido pelo coração, a consciência em Deus, e as consequências como um aprendizado finito de amadurecimento infinito."

O Homem das Tulipas. (via doistonsdeamor)
1 2 3 4
você supõe o céu !
“Não consigo ser discreta. Falo alto, dou risada das desgraças dos outros, adoro falar. Confiante. Contraditória. Cicatrizes. Histórias. Dizem que no inesperado Deus abre várias portas. E é disso que eu gosto. Eu me viro. Tudo certo como 2+2=5.” - Tati Bernardi .